Origem e Nome // 1989-1995

Em 1989, Richard Z. Kruspe fugiu da Alemanha de Leste através da fronteira entre a Áustria e a Hungria, chegando mais tarde à Alemanha Ocidental. Depois da queda do muro de Berlim, Richard regressou a Schwerin onde conheceu Till Lindemann, que na altura fazia parte da banda First Arsch, onde tocava como baterista. Durante este período, Richard viveu com Oliver Riedel (na altura baixista na banda The Inchtabokatables) e Christoph ‘Doom’ Schneider (na altura baterista da banda Die Firma).

O primeiro projecto musical de Richard foram os Orgasm Death Gimmick, banda que fundou em 1993. Apesar de Richard sentir-se bastante influenciado pela música norte-americana, apercebeu-se que não gostava muito do material criado até esse momento, preferindo compôr música que misturasse som de guitarras pesadas com efeitos sonoros de maquinaria. Foi assim que Richard decidiu abandonar os Orgasm Death Gimmick e iniciar um novo projecto musical juntamente com Christoph e Oliver.

Till Lindemann em estúdioInicialmente Richard queria simultâneamente escrever as letras e compôr a parte instrumental, mas tal abordagem revelou-se demasiado difícil. Este impasse foi resolvido com a entrada de Till Lindemann no projecto; Richard descobrira a voz de Till enquanto este cantava durante o seu trabalho. Em 1994, os quatro membros participaram num concurso dedicado a novas bandas em Berlim, onde foram eleitos vencedores e premiados com acesso a um estúdio profissional com liberdade para gravar quatro demos em cassete de áudio.

Teclado em chamasPaul Landers manifestou interesse em juntar-se ao projecto após ouvir as demos produzidas em estúdio. Após a entrada de Paul, só restava encontrar um teclista que desse vida à sonoridade congeminada por Richard. Christian ‘Flake’ Lorenz – que tinha já colaborado com Paul na banda Feeling B – foi assim convidado a juntar-se ao projecto. Flake inicialmente não estava interessado, mas depois de alguma persuasão acabou por aceitar o convite.

Após a entrada de Flake, a formação da banda ficou fechada e nunca sofreu qualquer alteração; até aos dias de hoje, todos os membros originais mantêm-se na banda.

Acidente RamsteinO nome da banda foi inspirado pelo desastre ocorrido em 1988 na Alemanha, onde três aviões da força aéria italiana se despenharam durante a exibição Flugtag ’88, na base aéria da cidade de Ramstein. Este desastre também serviu de inspiração para a primeira música da banda, que também se chama “Rammstein”. De realçar que a banda acrescentou um “M” tanto ao nome da música como ao nome da banda. Com esta modificação, a tradução literal de “Rammstein” para inglês torna-se “ramming stone” (“empurrando pedra”, em português).

Herzeleid // 1995-1997

HerzeleidO primeiro lançamento dos Rammstein foi o single “Du Riechst So Gut” (“Tu cheiras tão bem”), lançado no verão de 1995. O primeiro álbum de originais dos Rammstein, entitulado “Herzeleid” (“Dor de Coração”), foi lançado um mês depois de “Du Riechst So Gut”. Durante a composição de “Herzeleid” toda os integrantes da banda estavam a passar por problemas nas suas relações amorosas, o que acabou por servir de inspiração para este álbum. A capa de “Herzeleid” gerou a primeira controvérsia da carreira dos Rammstein, fazendo com que a banda fosse acusada pelos média de se tentar promover como representantes da raça ariana.

Para além de “Du Riechst So Gut”, a banda lançou o tema “Seemann” (“Marinheiro”) como single e teledisco no início de 1996.

Durante esta época os Rammstein foram a banda de abertura para os concertos dos Clawfinger na Polónia e Républica Checa, chegando também a realizar pequenas digressões em nome próprio na Alemanha, Áustria e Suíça. Em 1996 a banda tocou pela primeira vez em Inglaterra no programa MTV’s Hanging Out (vídeo). No mesmo ano a banda gravou um concerto na arena de Berlim entitulado “100 Jahre Rammstein” (“100 anos de Rammstein”) onde colaboraram pela primeira vez com o director artístico Gert Hof.

Os Rammstein obtiveram também um impulso de popularidade significativo fora da Alemanha quando o director musical Trent Reznor escolheu as canções “Heirate Mich” (“Casa comigo”) e “Rammstein” para a banda sonora do filme “Lost Highway”. Em Abril de 1997 a música “Rammstein” recebeu um teledisco composto por imagens de “Lost Highway” e “100 Jahre Rammstein”, mas nunca chegou a ser lançada como single.

Sehnsucht e Live Aus Berlin // 1997-2000

SehnsuchtOs Rammstein voltaram a estúdio para gravar o sucessor de “Herzeleid” no final de 1996, em Malta. As músicas “Engel” (“Anjo”) e “Du Hast” (“Tu tens”) foram lançadas como singles e telediscos em Abril e Julho de 1997 respectivamente. “Sehnsucht” (“Saudade”) foi o nome escolhido para o segundo álbum, lançado em Agosto de 1997. “Sehnsucht” chegou ao primeiro lugar do top de vendas de discos na Alemanha. Também por esta altura, “Herzeleid”, “Sehnsucht” e ambos os singles de “Engel” e “Du Hast” alcançaram em simultâneo o top 20 das tabelas de vendas alemãs. Adicionalmente, “Engel” ganhou disco de ouro em Maio, o que motivou o lançamento de “Engel (fan edition)” no mesmo mês.

Com a sua popularidade em crescimento, a banda lançou-se na sua primeira grande digressão em nome próprio pela Europa em Maio de 1997. No final desse ano a banda realizou a sua primeira passagem pelos E.U.A. com os KMFDM, regressando em 1998 no contexto da Family Values tour em conjunto com os Korn, Ice Cube, Orgy e Limp Bizkit. Nesse mesmo ano, a banda também tocou ao vivo o tema “Du Hast” nos MTV European Music Awards na Itália, onde esteve nomeada na categoria de Melhor Acto de Rock (vídeo). Em 1999 os Rammstein realizaram também a sua primeira passagem pela América do Sul, que foi seguida por mais outra passagem pela América do Norte. Foi também no fim desta digressão que os Rammstein se deslocaram pela primeira vez ao Japão para realizar um concerto no contexto do festival Fuji Rock (vídeo).

Entre Novembro de 1997 e Julho de 1998 os Rammstein lançaram ainda uma nova edição de “Du Riechst So Gut” e covers das canções “Das Modell” (dos Kraftwerk) e “Stripped” (dos Depeche Mode). Juntamente com a nova edição de “Du Riechst So Gut”, a banda produziu um novo teledisco para esta música, incluíndo também o teledisco original neste single. O cover de “Stripped” também teve direito a um teledisco composto por imagens do filme “Olympia” de Leni Riefenstahl. Também chegou a ser filmado um teledisco para o cover de “Das Modell”, mas este nunca chegou a ser lançado.

Sehnsucht A 22 e 23 de Agosto de 1998, a banda apresentou-se para mais de 17 mil espectadores (em cada dia) no Wuhlheide Park em Berlim, contando com abertura de Danzig, Nina Hagen, Joachim Witt e Alaska. Este concerto duplo foi gravado e posteriormente lançando em formato VHS e DVD sob o título “Live aus Berlin” (“Ao vivo em Berlim”) em Novembro de 1999. Este lançamento é considerado até hoje o melhor registo ao vivo dos Rammstein. Este concerto foi também lançado em CD áudio em Agosto de 1999, conseguindo chegar ao primeiro lugar do top de vendas de discos na Alemanha.

Mutter // 2000-2002

Entre Maio e Junho de 2000 a banda concentrou-se no sul de França para gravar o seu próximo álbum de originais, com a fase de mixagem realizada em Estocolmo no mês de Outubro. No mês de Dezembro do mesmo ano a banda disponibilizou através da internet um ficheiro MP3 do tema “Links 2-3-4” (“Esquerda 2-3-4”), abrindo assim o apetite para um ano de 2001 cheio de actividade. No início do ano de 2001, a banda lançou singles para os temas “Sonne” (“Sol”) e “Asche zu Asche” (“Cinzas às cinzas”). Também no início deste ano, os Rammstein deslocaram-se à Austrália e Nova Zelândia para participar no festival Big Day Out e marcar presença no Japão para realizar dois concertos em nome próprio.

MutterO terceiro álbum dos Rammstein, entitulado “Mutter” (“Mãe”), foi lançado em Abril de 2001 e rapidamente entrou no top de vendas de discos na Alemanha, Áustria e Suiça. Para além do single da música “Sonne”, os Rammstein lançaram os seguintes singles também retirados deste álbum: “Links 2-3-4“, “Ich Will” (“Eu Quero”) “Mutter” e “Feuer Frei!” (“Abrir fogo!”). Em particular, o single “Feuer Frei!” faz também parte da banda sonora do filme “Triple X”. Até aos dias de hoje, este foi o álbum de onde os Rammstein aproveitaram mais temas para lançar como singles, todos eles acompanhados de telediscos (de notar que o tema “Asche zu Asche” é retirado do álbum “Herzeleid” e não recebeu teledisco).

Durante a Mutter tour os Rammstein realizaram mais de 100 concertos entre Maio e Dezembro de 2001 distribuídos pela Europa, América do Norte e América do Sul. No día 11 de Novembro de 2001 a banda voltou a marcar presença nos MTV European Music Awards, desta vez para tocar o tema “Ich Will” (vídeo). Após uma pausa de cinco meses, a banda regressou aos palcos em Maio de 2002 para marcar presença em vários festivais de verão europeus, encerrando esta digressão em Portugal no festival Vilar de Mouros.

LichtspielhausApós mais de um ano sem qualquer lançamento, a banda lançou no final de 2003 o seu primeiro catálogo de telediscos e filmagens ao vivo entitulado “Lichtspielhaus” (antiga designação alemã para “Cinema”) em formato DVD. Este catálogo contém todos os telediscos produzidos até essa altura e os making ofs oficiais dos telediscos de “Du Hast”, “Du riechst So Gut ’98”, “Sonne”, “Links 2-3-4” e “Ich Will”. Adicionalmente, este lançamento também contém algumas filmagens ao vivo gravadas entre 1996 e 2001. De entre estas filmagens destacam-se as actuações de “Links 2-3-4” e “Ich Will” realizadas no Velodrom de Berlim em 2001, cujo concerto foi filmado na sua totalidade com o propósito de produzir um DVD ao vivo sucessor de “Live Aus Berlin”. Infelizmente os planos para este lançamento foram cancelados.

Reise, Reise // 2003-2005

Reise Reise Após um longo período de silêncio e de alguma especulação quanto ao seu futuro, os Rammstein reuniram-se no estúdio El Cortijo no Sul de Espanha para trabalhar no sucessor de “Mutter”. A gravação deste álbum decorreu nos meses de Novembro e Dezembro de 2003, com mixagem realizada no estúdio Toytown em Estocolmo durante os meses de Abril e Maio de 2004. No mês de Junho do mesmo ano a banda lançou o single “Mein Teil” (“A Minha Parte”), cuja letra foi inspirada pelo caso de Armin Meiwes, mais conhecido como o canibal de Rotenburgo. Cerca de dois meses depois de “Mein Teil”, os Rammstein lançaram mais um single, desta vez dedicado à música “Amerika“.

O quarto álbum da banda, entitulado “Reise, Reise” (“Viaja, Viaja”), foi então lançado no final do mês de Setembro de 2004, conseguindo imediatamente alcançar o top 10 de várias tabelas de vendas europeias. Seguiu-se o lançamento do single “Ohne Dich” (“Sem ti”) em Novembro do mesmo ano, assim como o single “Keine Lust” (“Sem vontade”) no fim de Fevereiro de 2005. Foram gravados telediscos para todos os singles dedicados ao álbum “Reise, Reise”.

Reise, Reise TourA banda regressou aos concertos em Novembro de 2004 apresentando um novo patamar de produção cénica para a Reise, Reise tour. Foi nesta digressão que os Rammstein começaram a marcar presença regular nas maiores salas de espectáculos da Europa. Em Abril de 2005, durante uma pausa da digressão, os Rammstein marcaram presença nos Echo Awards para tocar o tema “Keine Lust” (vídeo). Apesar de várias lotações esgotadas pela Europa, esta digressão durou menos de um ano, chegando ao fim em Julho de 2005 sem qualquer passagem pelas Américas e apenas um concerto no Japão. Após o fim da Reise, Reise tour, os Rammstein não voltaram a realizar concertos durante mais de 4 anos.

Rosenrot e Völkerball // 2005-2006

RosenrotPoucas semanas após o fim da Reise, Reise tour, os Rammstein anunciaram em Agosto de 2005 um quinto álbum de originais entitulado “Rosenrot” (“Rosa Vermelha”). O primeiro single retirado deste álbum foi para o tema “Benzin” (“Gasolina”) lançado no início de Outubro, sendo sucedido pelo álbum no fim do mesmo mês. “Rosenrot” foi lançado um ano depois de “Reise, Reise” devido ao facto da banda ter produzido bastante material durante o processo de composição de “Reise, Reise” que não chegou a ser incluído no mesmo. Seguiram-se singles para o tema homônimo ao álbum no fim de 2005 e para “Mann Gegen Mann” (“Homem Contra Homem”) em Março de 2006. Foram gravados telediscos para todos os singles retirados de “Rosenrot”.

Rammstein @ Olympiastadion 2005Ainda no mês de Dezembro de 2005, numa cerimónia realizada no estádio Olympiastadion, os Rammstein foram premiados com o World Sales Award pela venda de 10 milhões de discos em todo o mundo. Juntamente com este prémio, a banda conquistou discos de platina duplos na Alemanha para os álbuns Sehnsucht, Mutter, Reise, Reise e Rosenrot, assim como para os DVDs Lichtspielhaus e Live Aus Berlin. Com este prémio, os Rammstein cimentaram a sua posição de maior banda falante da lingua Alemã em todo o mundo.

VölkerballEm Novembro de 2006 os Rammstein lançaram “Völkerball” (“Bola do Povo”), DVD ao vivo sucessor de “Live Aus Berlin” (lançando 8 anos antes). Este DVD contém o concerto integral realizado na Arena de Nimes em 2005 e gravações de outros concertos decorridos em Inglaterra, Japão e Rússia. Para além de filmagens ao vivo, este DVD contém nas suas edições especial e limitada o Making Of do álbum “Reise, Reise” e o documentário “Anakonda im Netz” (“Anaconda na rede”). Nesse documentário cada elemento comenta a história da banda, a vida na estrada e várias outras informações desconhecidas até essa altura. Este lançamento alcançou o 6º lugar do topo de tabela de vendas em Portugal.

Liebe Ist Für Alle Da // 2007-2011

Liebe ist für alle daOs Rammstein começaram a trabalhar em mais um álbum no ano de 2007, terminando a pre-produção do mesmo em Novembro de 2008. A fase de gravação foi realizada no estúdio Henson em Los Angeles, que durou cerca de 7 semanas. Durante este período a banda publicou dois vídeos filmados durante o desenvolvimento do álbum. O primeiro vídeo – publicado no site oficial – mostrava Christoph Schneider em estúdio a gravar uma faixa de bateria e o segundo – publicado no perfil de MySpace da banda – mostrava Flake a practicar notas no seu teclado. Em Julho de 2009, devido a uma fuga de informação, surgiu na internet a faixa “Liebe ist für alle da” juntamente com algum material promocional.

PussyNo início de Setembro do mesmo ano a banda anunciou através do seu site oficial que o primeiro single do novo álbum seria a música “Pussy” (“Rata”) e que o respectivo teledisco seria lançado no site de conteúdos pornográficos Visit-X a 26 de Setembro. Este teledisco gerou bastante polémica devido ao seu carácter completamente pornográfico, mostrando os elementos da banda a ter relações sexuais com várias mulheres. De realçar que todo o conteúdo explícito envolvendo os membros dos Rammstein foi obtido através de manipulação digital de imagem, inserido o rosto de cada membro nos corpos de duplos masculinos.

A fase de mixagem do novo álbum, realizada em Estocolmo, foi confirmada como terminada em Agosto de 2009. No início de Setembro, numa entrevista para a 57ª edição da revista francesa Rock One, o guitarrista Paul Landers revelou que o título do sexto álbum de originais dos Rammstein sería “Liebe ist für alle da” (“O amor é para todos”). Nesta mesma entrevista Paul também confirmou que o próximo single retirado do sexto álbum seria para o tema “Ich Tu Dir Weh” (“Eu magoo-te”). Poucos dias depois, o site oficial revelou a capa de “Liebe ist für alle da” (constítuida por parte do material promocional que já tinha surgido na internet em Julho) e também a data de lançamento programada para dia 16 de Outubro. Após do seu lançamento, “Liebe ist für alle da” chegou ao 1º lugar do topo de vendas de disco da Alemanha, e em Portugal conseguiu chegar ao 4º lugar do topo de vendas nacional.

O teledisco para o tema “Ich Tu Dir Weh” foi lançado em Dezembro também no site Visit-X, mas por diferentes motivos; apesar de não conter conteúdo pornográfico, a canção própriamente dita apresentava conteúdo lírico de teor sado-masoquista, tendo sído indexado e banida na Alemanha pela Bundesprüfstelle für jugendgefährdende Medien (“Departamento Federal para Mídia Nocivo à Juventude”), uma agência federal alemã responsável por identificar músicas que possam ser inadequadas para adolescentes. Dado que um trabalho incluído nessa lista pode sofrer uma série de limitações legais, o álbum “Liebe ist für alle da” foi re-editado na Alemanha de forma a não incluir este tema. O single própriamente dito foi lançado mais tarde, em Janeiro de 2010, mas devido à sua indexação, não pôde ser comercializado na Alemanha até Junho de 2010 (altura em que deixou de estar indexado). Também em 2010 foram lançados o teledisco e single do tema “Haifisch” (“Tubarão”), lançados nos meses de Abril e Maio respectivamente.

Pavilhão Atlântico 2009Os Rammstein arrancaram a Liebe ist für alle da tour em Lisboa no dia 8 de Novembro de 2009, quatro anos depois da sua última actuação ao vivo. A banda foi recebida no Pavilhão Atlântico com lotação esgotada, apresentando um espectáculo completamente renovado e orientado para o novo álbum, composto por um palco de grandes dimensões, novos efeitos pirotécnicos e inúmeros artefactos móveis que tornavam o jogo de luzes mais dinâmico do que no passado. Esta digressão marcou o regresso dos Rammstein à América do Sul, Canadá e E.U.A (onde a banda não actuava há 9 anos), nova particição no festival Big Day Out na Austrália e Nova Zelândia (onde a banda não actuava já há 10 anos) e a sua primeira passagem na África do Sul (onde a banda realizou dois concertos em nome próprio). O regresso aos E.U.A. aconteceu no Madison Square Garden de Nova Iorque, cuja lotação esgotou cerca de trinta minutos após os bilhetes terem sido postos à venda. Graças a este fenómeno, os promotores Norte Americanos deciram convidar a banda para mais 9 concertos distribuídos entre os E.U.A e Canadá durante o mês de Maio de 2011. Durante esta passagem pela América do Norte, os Rammstein marcaram presença no programa de TV Jimmy Kimmel Live (vídeo). Esta digressão terminou com uma passagem de quatro concertos pelo México, também no mês de Maio, logo após os 9 concertos na América do Norte.

Made in Germany 1995-2011 // 2011-2013

Made in Germany 1995-2011 Ainda antes do fim da Liebe Ist Für Alle Da tour, vários membros dos Rammstein revelaram em várias entrevistas que planeavam lançar um álbum best-of e realizar uma digressão dedicada ao mesmo. Em entrevista para o site The Gauntlet, Richard Kruspe acrescentou que este álbum iria contar com dois temas inéditos. Após a passagem pela América do Norte e antes de se deslocarem ao México, a banda gravou um teledisco para um desses temas inéditos na praia de Sycamore, em Malibu. Cerca de duas semanas após o fim da Liebe Ist Für Alle Da tour, voltou a ocorrer uma nova fuga de informação, desta vez expondo uma versão demo de “Mein Land” (tema para o qual se destinava o teledisco gravado em Malibu).

A banda anunciou oficialmente o seu álbum retrospectivo em Junho de 2011, revelando que o mesmo seria entitulado “Made in Germany 1995-2011” (“Feito na Alemanha 1995-2011”) e que contaria com um tema inédito. No final do mês de Outubro o site oficial anunciou que “Mein Land” (“Meu país”) iria servir como primeiro single a retirar de “Made in Germany 1995-2011”, a ser lançado 11 de Novembro juntamente com o teledisco. Dois dias depois foi revelado a capa, alinhamento e a data de lançamento deste álbum best-of, agendado para 2 de Dezembro de 2011.

Ponte & palco secundárioApenas 5 meses após o fim da Liebe Ist Für Alle Da tour, os Rammstein iniciaram a Made in Germany 1995-2011 tour no dia 6 de Novembro, em Bratislava. Para esta nova etapa, a banda aproveitou a maior parte da componente cénica que usou entre 2009 e 2011, mas acrescentou um mini-palco localizada no meio da plateia, que podia ser ligado ao principal através de uma ponte suspensa no tecto do recinto. A adição deste mini-palco e da ponte marcou o patamar de produção cénica mais elevado de sempre da história dos Rammstein. Esta configuração cénica foi usada nos concertos da banda até 2012. Entre Novembro de 2011 e Maio de 2012 os Rammstein realizaram concertos pela Europa e América do Norte sempre em nome próprio e em recintos fechados. Em Março de 2012 os Rammstein (sem Till Lindemann) tocaram juntamente com Marilyn Manson o tema “The Beautiful People” nos Echo Awards 2012, onde a banda esteve nomeada para quatro categorias de prémios (vídeo). Depois da passagem em solo Norte-Americano no contexto da Made in Germany 1995-2011 tour, os Rammstein iniciaram uma pausa de aproximadamente 10 meses.

No fim de 2011 começaram a surgir informações não-oficiais sobre filmagens de um novo teledisco dedicado a “Mein Herz Brennt”, tema pertencente ao álbum “Mutter”. No entanto a confirmação oficial só chegou um ano depois, juntamente com o lançamento de um novo catálogo de telediscos designado “Videos 1995-2012“. O tema principal do single “Mein Herz Brennt” (“O meu coração arde”) consistiu de uma nova versão em piano dessa música composta por Sven Helbig. Foram lançados dois novos telediscos com uma semana de diferença, sendo o primeiro dedicado à versão em piano – lançando no site oficial – e o segundo para a versão original – lançado num mini-site dedicado à própria.

Os Rammstein retomaram a Made in Germany 1995-2011 tour no dia 14 de Abril de 2013, em Barcelona. Durante este ano os Rammstein actuaram maioritariamente em festivais de verão. Devido ao facto dos concertos decorrerem ao ar livre, a banda teve que abdicar do mini-palco e ponte que usou durante 2011 e 2012. Após mais de 4 anos de espectáculos em 5 continentes, os Rammstein deram o seu último concerto até à presente data no festival Wacken Open Air no dia 1 de Agosto de 2013.

Futuro // 2013-Presente

Presentemente os Rammstein estão em hiato, mas deverão lançar um novo DVD ao vivo no futuro próximo. Sabe-se que a banda gravou os concertos de Nova Iorque e Montreal de Dezembro de 2010 e o concerto duplo em Paris de Março de 2012. Também existem diversas filmagens da banda a actuar em festivais de verão. Por enquanto não se sabe quais filmagens serão incluídas nesse novo DVD. Para além disso, segundo declarações de Paul Landers para o site Ouest France, também existem planos para lançar um documentário oficial. Também na mesma entrevista, Paul afirmou que a banda deverá “começar a pensar” num novo álbum em 2014.